sexta-feira, 30 de novembro de 2007

Jornada Europeia

Mais uma semana europeia e as coisas a não tornarem a correr lá muito bem.
Em 12 pontos possíveis, Portugal apenas conseguiu 2, resultantes dos empates de Benfica e Sp. Braga.
Aliás este último foi o único que se safou.
Comecemos pelo Sporting. Trouxe de Manchester uma derrota, um pouco injusta. Mas na 2ª parte foi bem visível a diferença entre as equipas. Um Manchester muito pressionante e um leão com dificuldades em sair do sufoco. Tudo ficou decidido. O Sporting continua na Europa e vai á UEFA. Confirmou o seu estatuto (pote 3) e fez melhor que a época passada. A nível individual um + para Rui Patrício, que se estreou bem na liga milionária, para Veloso e Abel. Este para além de uma grande 1ª parte marcou um bonito golo. Negativo para Marian Had (se Ronny não agrada, este também não), Purovic e Farnerud (nem o vi em campo).
Quanto ao Benfica, muitas dificuldades na LC. O 2º mais favorito do grupo é último e depende apenas de si próprio para continuar na Europa e vai ter de ganhar (jogar à pressão) em Donetsk. Nota para o grande golo de Maxi Pereira. Nada está perdido.
O FC Porto foi esmagado em Liverpool. Jesualdo arriscou e tornou a perder. Porque é que o Fucile ficou de fora? Será que Mariano está à altura de Raul Meireles. As respostas pedem ser dadas pela derrota pesada. Marek Cech comprometeu, e de que maneira, na medida em que todos os lances de perigo dos ingleses era pelo seu flanco. Não o acho bom jogador e agora muito menos. Pior esteve Stepanov. P. Emanuel ficou no banco e o sérvio ganhou a titularidade. Mas fez asneira. Causou a grande penalidade desnecessariamente. Isto depois de ter cometido a mesma infantilidade na Amadora. Será que não aprende com os erros? Ele e Jesualdo. Falando do positivo, Lisandro confirmou na liga milionária a tendência do campeonato: marcar.
Já o Sp. Braga conseguiu o melhor resultado. Foi só um empate. Mas contra quem era, vale por uma vitória. Deu cabo de muitas apostas e surpreendeu a Europa. Uma grande exibição bracarense. Muito superior ao Bayern. O único deslize (colectivo) foi o golo do Bayern onde todos ficaram a ver a bola a passar. O marcador até se surpreendeu com tantas facilidades. Os arsenalistas têm tudo em aberto e a jogar assim vão longe. O colectivo esteve bem, sendo difícil apontar as individualidades - J. Pereira, Jailson, Linz ...
Resumidamente
POSITIVO: Linz, Maxi Pereira e Abel
NEGATIVO: Cech e Stepanov

2 comentários:

CresceNet disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Desportubol disse...

Nota do Editor: Este blog é sobre o desporto e visa apenas partilhar a opinião de um espectador, não afecto nem directa nem indirectamente a nehum clube. Os comentários servem para criticar e partinhar a opinião de outros cibernautas sobre o blog e os seus post.
NÃO se destina a fins COMERCIAIS e muito menos a PUBLICIDADE de qualquer empresa sem que para isso tenha contactado o editor deste espaço.
Desta forma,todos aqueles comentários DESPROPOSITADOS serão APAGADOS