terça-feira, 27 de setembro de 2016

FC Porto perde em Leicester ... mau!

Como é possível que o FC Porto ainda não tenha ganho na Champions?
Como é possível que com um grupo tão fácil o FC Porto não vença um jogo?
Como é possível o FC Porto não confirmar o seu favoritismo?
Como é possível perder em Leicester?
Como é possível sofrer um golo de Slimani,o único jogador que passou pelo futebol português?
Como é possível só aos 82's realizar um lance de verdadeiro perigo?

Nuno Espírito Santo vai ter muito mais trabalho do que alguma vez imaginou e os milhões a voar.

domingo, 25 de setembro de 2016

Gelson afirma-se no Sporting

Este início de época está a contrariar as expetativas no Sporting.

Os super-reforços Markovic e Campbell foram ultrapassados pelo talentoso, ambicioso e esforçado Gelson Martins. Está a ser a revelação e surpresa deste início de época. Esteve em mais de metade dos golos do Sporting (marcou dois) e já se fala em ir à seleção, naturalmente. Será o primeiro jogador "Made in JJ" do Sporting a chegar à seleção.

Neste arranque destaque para a dupla de centrais que ainda tem de melhorar -  Ruben Semedo e Coates, bem como para a dupla Bas Dost (está a
substituir Slimani com sucesso!) - André que contra o Estoril fez "estragos".


Benfica, com muitas baixas, continua a ganhar

O Benfica é o líder do campeonato.
Nova vitória, arrancada a ferros, com a eficácia que lhe é característica e com Mitroglou e Pizzi a resolverem novamente e Grimaldo a afirmar-se.

Noite de festa em Chaves, com Trás-os-Montes a receber novamente o espetáculo do futebol de primeira e ainda para mais com casa cheia.
O Benfica apresentou-se com um onze renovado - são poucos os "conhecidos" no onze inicial. 

O guarda redes Ederson é um jovem brasileiro cheio de potencial (mais 90's sem sofrer golos).

Na defesa, Nelson Semedo - Lisandro -  Lindelof - Grimaldo. Com Jardel lesionado e Luisão já dispensado para segundo plano (ficou no banco), novos nomes aparecem. Destaco aqui a atuação de Grimaldo que fez duas assistências para golo. O espanhol começa-se a afirmar e a ser indisutível, sendo André Almeida novamente ultrapassado.
Aliás, Almeida é case study de como é que um jogador mediano que nunca se impôs no plantel e se vai aguentando por lá. Esta época, vive novamente à sombra de N. Semedo e Grimaldo.

No meio campo, André Horta vai somando minutos, mas piorando ao longo do tempo face ao impulso que demonstrou na Supertaça.
Na frente, a ausência de Jonas tem sido eficazmente suprimida por Pizzi e Mitroglou. O grego tornou a ser decisivo ontem. Gonçalo Guedes foi um elemento a menos. Aliás, Rui Vitória tem de ter uma conversa com este menino, porque não anda a produzir nada.


O jogo de ontem não foi fácil e decidiu-se porque o Chaves também se acobardou na 2ª parte, como era esperado. João Mário, que já valeu pontos esta época, justificou porque foi dispensado pelo Benfica, sendo o pior em capo.

Mérito para a coragem de Rui Vitória e para os resultados que apresenta. Segue na liderança e o resto e conversa.

A difícil tarefa de Daniel Ramos no Marítimo

Ao fim de quinze anos de carreira, Daniel Ramos chega finalmente à Primeira Liga. Teve que lutar para lá chegar.
Na sua carreira, conseguiu as subidas de Trofense e Famalicão, mas esteve diretamente associado e culpado da descida do Gondomar da IIª Liga.
Após o excelente arranque de época do Santa Clara (muito, muito acima das expetativas), chegou a oportunidade justa de treinar na Liga NOS.

O desafio não é nada fácil: vai treinar o Marítimo que tem apenas 4 portugueses no plantel: Alex Soares (o único que se aproveita),  Pedro Coronas, Xavier (equipa B) e China (equipa C). Neste defeso saíram jogadores históricos e com alma madeirense como João Diogo, Ruben Ferreira e Briguel. Os seus sucessores são maioritariamente jogadores brasileiros sem currículo. Com um plantel tão fraco (salva-se Gottardi), é um presente envenenado para Daniel Ramos.

P.S.: O Marítimo vai pagar uma indemnização ao Santa Clara de 60.000 € pela contratação do treinador. Ora, num tempo de aperto, depois da tragédia dos incêndio e num clube fortemente subsidiado, gastar 60k€ num treinador é algo que é moralmente errado.

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Liga NOS - 5ª Jornada

E à 5ª jornada, o Benfica assumiu a liderança, o Sporting em 2º, o FC Porto em 3º, o Sp. Braga em 4º e o Rio Ave em 5º. Faz-vos lembrar alguma coisa?





- Mitroglou
Sem Jonas, mas com Mitroglou e Pizzi. Estes dois jogadores juntamente com Júlio César foram os obreiros da vitória do Benfica. Os encarnados recuperaram a liderança.

- D. Chaves
A surpreender neste regresso à alta rodagem. Ainda não perdeu.

- Recuperação dos últimos
P. Ferreira, Estoril e Nacional venceram e o Tondela empatou.

- Gil Dias
Que jogaço do avançado português que não teve espaço nos grandes portugueses e que estava no Varzim na época passada emprestado pelo Mónaco. Capucho teve mestria em querer continuar a sua caminhada no futebol com este avançado: um golo, uma assistência e uma série de passes excelentes.

 



- Paulo Cesar Gusmão
Despedido!
Antecipamos n vezes o cenário das dificuldades do Marítimo com um plantel muito inexperiente e com muitos brasileiros. Esperado.

- Jorge Jesus
O seu ego caiu ao chão depois do que disse na conferência de imprensa na antevisão da jornada. Derrota pesada em Vila do Conde com muitas falhas de marcação nos golos sofridos.

- FC Porto
Continua o ataque à arbitragem mas a ineficácia dos seus avançados é desesperante.

- Lucas
Falhou no golo sofrido pelo Boavista.

- Moreirense
Olhar para o onze inicial do Moreirense é uma dor de alma.

Rui Vitória 
(Benfica)

domingo, 18 de setembro de 2016

Liga Ledman - 7ª Jornada

Sete jornadas de campeonato e é possível fazer um balanço. Ficam as notas:

- Sem despedimentos
Surpresa! Ainda não houve nenhum treinador despedido. O último dista 18 pontos do primeiro, mas os dirigentes andam tranquilos.

- Arranque surpreendente do Santa Clara
A equipa da Daniel Ramos tem surpreendido neste arranque de época. Tem um registo quase imaculado com Clemente a ser o melhor marcador da equipa. O plantel é curto. Continuo com dúvidas sobre até quando aguentará o ritmo e a sorte. Porém, 19 pontos já cá cantam.

- Trabalho de formação das equipas B
Esta época temos visto as equipas B a apostar na juventude dos respetivos clubes e a utilizarem menos dispensados das equipas A.

- Portimonense confirma favoritismo
A corresponder às expectativas.
Quem contrata Vítor Oliveira só pode ser para subir. O campeonato não tem sido perfeito, mas tem 17 pontos. Pires, o veterano goleador, continua fortíssimo.

- Allan Júnior, estrela no Fafe
Passou pelo Braga B onde foi dispensado. Aproveitou as oportunidades no Lourosa e no Fafe e chega por mérito à 2ª liga. É o 2º melhor marcador. Pena que a cidade de Fafe não veja a sua equipa jogar lá.

- Ricardo Soares
Um treinador que tem surpreendido: pelos resultados e pela qualidade de jogo. Agradável encontro.

- Filipe Gouveia e o seu ego
Nas entrevistas de Verão, Filipe Gouveia (treinador que desceu a Académica) afirmou que o Sp. Covilhã ia ser candidato à subida. Certamente não será com este plantel e a classificação espelha isso mesmo. O veterano Luís Pinto não vai resolver todos os problemas. Mais humildade!

- Académica e Costinha ainda a encontrarem-se
Já o dissemos: esta época vai ser difícil em Coimbra e não se pode exigir a subida. O plantel foi planeado muito tardiamente, com a natural pressa e inexperiência no fecho de dossiers. Apesar de incluir o Marreco, Costinha (olhado com muita desconfiança) vai fazendo um trabalho razoável. Vai a meio da tabela.

- D. Aves salvo por Barry
Tal como Pires, Marreco e Luís Pinto, Luís Barry é dos jogadores mais requisitados neste campeonato e tem sido ele a salvar os resultados de um D. Aves que é mais candidato na teoria do que dentro do campo.

- Freamunde com vida complicada
A saída de Pedrinho ainda faz mossa. Carlos Brito não encontrou ainda a solução.

- Famalicão, Ulisses confirma a (má) tradição
Com Ulisses Morais a começar a época, só podia ser mau. Será o que os dirigentes do Famalicão não lêm estatísticas?

- Olhanense: mais uma vez o mau planeamento do plantel
Não percebo como os dirigentes e o próprio treinador deixaram o planeamento do plantel para os últimos dias, quando já toda a concorrência trabalha a todo o vapor. O último lugar reflete isso mesmo.

Liga Nos - 5ª Jornada Nacional e Estoril sorriem

À 5ª jornada, Estoril e Nacional finalmente venceram e os respetivos treinadores já podem dormir descansados.

O Nacional viu-se envolvido numa onda enorme de lesões e não tinha substitutos. Já criticamos a política desprevenida nacionalista aqui. Além disso a sua estrela Salvador Agra esteve ausente nos Jogos Olímpicos e o guarda redes Rui Silva tem estado um grande desastre (destaque para o jogo com o Benfica). Na 6ª feira, em derby madeirense, já com 18 jogadores convocados e com um onze inicial muito jovem e inexperiente, o Nacional lá venceu.

No Estoril, a situação é diferente. A equipa sofreu muitas alterações e foram contratados muitos brasileiros sem conhecimento do fute
bol português. Houve naturais e expectáveis dificuldades de adaptação. Ontem, surgiram finalmente os primeiros três pontos. Matheus Indio, um dos muitos brasileiros que chegou ao plantel, bisou,

Por falar em sorrisos, também Carlos Pinto tem motivos para sorrir. Uma surpresa em Setúbal. O Vitória, que torna a começar bem a temporada, foi goleado em casa. Ricardo Valente (dispensado por Pedro Martins no Guimarães) e Welthon espalham talento.

Nota ainda para o Marítimo que foi o bombo da festa na Choupana. Com um plantel tão descaracterizado, as derrotas são o resultado esperado. O treinador, também brasileiro, colocou três portugueses no onze, mas um deles, que jogava nos regionais da Madeira, marcou um golo na ... própria baliza.

Ego não falta a Jesus e títulos?

Jorge Jesus anda de papo cheio, mesmo depois de ter sido derrotado em Madrid frente ao Real.

Ego há em excesso, resultados também há (o Sporting foi vice campeão e teve acesso direto à fase de Grupos da Champions), mas faltam títulos no Sporting.

Este ano, com o plantel que tem, pelo menos uma Taça de ganhar.

sábado, 10 de setembro de 2016

Presidentes desdobram-se em entrevistas

Após o fecho do mercado, os três presidentes vieram a público (os de Lisboa nem sequer usaram as próprias estações dos clubes) picar os rivais, esclarecer os adeptos sobre as vendas e aquisições de Verão e antever a época.

Nenhuma novidade. O estilo paroquial e mesquinho continua nos nossos dirigentes.

Vem aí a apresentação de contas: se o Sporting apresentou um prejuízo de 32 M € (com a provisão de 14 M€ a corrigir o lucro do ano passado devido à Doyen e 15 M€ de prejuízo operacional compensado pelos ganhos que terá esta época) e com previsão de forte pagamento do passivo, o Benfica deverá a apresentar lucro (com as mais valias já alcançadas) e o FC Porto um prejuízo gigante.

De facto, no Dragão há motivo para preocupações: na época 15/16 não houve nais-valias nem antecipação da Liga dos Campeões. Esta época, os milhões da Champions estão garantidos, mas sem venda de jogadores (nem perspetivas), só um meio: cortar nos custos. O plantel já evidencia estes cortes.

P.S. I: Domingos Amaral agora também é comentador da TVI. O filho de Freitas do Amaral arranjou mais um tacho
P.S. II: José Manuel Freitas trocou a TVI pela CMTV. Ele lá sabe.

Luís Gonçalves ganha bronze, mas é ignorado #sempena2016

Sem o mediatismo de Telma Monteiro, mas com igual ou mais mérito, Luís Gonçalves ganhou o bronze na final dos 400mts T12.

Os media ignoram. Destacam a vitória do Benfica e as tricas de BdC.

Parabéns Luís! És grande!