domingo, 1 de janeiro de 2017

O que esperar de 2017?


- Eleições no Sporting
Vai haver eleições no Sporting. Se olharmos para o mandato de Bruno de Carvalho, verificamos que apenas ganhou uma Taça de Portugal e uma Supertaça. O seu grande projeto com Jorge Jesus ainda vai a meio (veja-se que JJ também demorou a engrenar). Porém o presidente gosta muito de expor e a arrogância pode sair-lhe muito cara. Veremos quem serão os candidatos.

- Hegemonia do Benfica
A melhoria da estrutura e da estabilização  do plantel e de Jorge Jesus foram os pilares para o sucesso atual. Para 2017, prevê-se que seja mais uma vez um passeio para o Benfica, claramente candidato a todas as competições.

- FC Porto
Se não acontecer nada de saúde a Pinto da Costa, esperamos que em 2017 o FC Porto continue em 2º plano a preparar o regresso aos tempos áureos com base nos jogadores da formação. Durante anos, o FC Porto viveu acima das possibilidades. Para isso foram contribuindo as mais valais extraordinárias com a venda de jogadores. Agora, com as dívidas a aumentar, sem as vitórias e títulos e sem os goleadores prontos a serem vendidos, os tempos são de contenção.

- A aposta na formação
Sem dúvida que este e o caminho a seguir e muitos clubes já começam a seguir este caminho. Se na altura de crise, foram os falidos a fazê-los por necessidade, a verdade é que a melhoria da formação, o abandono dos pelados e a melhor qualidade dos escalões jovem farão os clubes intensificar essa aposta. Por exemplo, o Sp. Braga deverá concluir a construção da sua academia.

- O aparecimento dos magnatas à procura da galinha dos ovos de ouro
Têm várias nacionalidades e povoam o futebol português. São mais os insucessos do que os sucessos nesta roda de "investidores". Geralmente investem em clubes em dificuldades, alimentando ilusões e quando as coisas correm bem, dizem que é investimento para manter. Quando corre mal, fogem. No entanto, creio que em 2017, serão eles que farão a diferença nos escalões inferiores.

- Futebol feminino
Fernando Gomes deu a cenoura e o fenómeno parece estar a pegar. A seleção garantiu o apuramento histórico para o Europeu a realizar este ano. Existe uma certa curiosidade para testar se vai haver alguma surpresa. Alguns clubes com peso já aderiram. Faltam o FC Porto (só tem seniores), Benfica e V. Guimarães para a modalidade crescer a sério.

- Restantes modalides
Salvo alguma facto extraordinário, ainda têm pouca relevância em Portugal (talvez com exceção do futsal).

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Afinal há crítica no Sporting

Quando se ganha, tudo corre bem.
Quando não se ganha no futebol, tudo é esquecido.

Na liderança de Bruno de Carvalho existiram duas coisas que prejudicaram o seu projeto: a ausência de títulos/conquistas e o seu egocentrismo.
 
No reinado de Bruno de Carvalho, a única coisa que o Sporting ganhou foi uma Taça de Portugal com Marco Silva.Do ponto de vista financeiro, o Sporting concluiu a sua reestruturação, estando neste momento a viver com mais facilidade. Do ponto de vista de mais valias, o Sporting potenciou e vendeu Cedric Soares, João Mário, Bruma e Slimani. Além disso, continuou a apostar fortemente na formação, conseguindo manter Rui Patricio, Adrien e William Carvalho. Na Europa, o prestígio europeu foi agridoce para o Sporting. Em quatro anos, não passou uma única vez a fase de Grupos da Champions.

Falado agora da comunicação. Um problema e um tiro no pé. Bruno de Carvalho fala, fala, fala. Critica tudo e adora holofotes. O seu treinador tem um ego ainda maior que o seu.
Além disso, a posição tirana de que quem o criticasse, estaria a criticar o Sporting, fez lembrar velhas coisas bem desagradáveis. Essa deve ter sido a gota de água para muitos sócios. Os adeptos estão fartos de pessoas que criam mau ambiente, não são humildes e que, na hora da verdade, não tem qualquer vitória para apresentar.

domingo, 25 de dezembro de 2016

Liga NOS 16/17: Balanço da 1ª volta

Decorrida a 1ª volta, é altura de fazer balanços dos melhores, piores e nem-nem para o Desportubol.

Os MELHORES
- Benfica
Tudo corre às mil maravilhas para o Benfica e Rui Vitória.
Ganhou a Supertaça, passou aos oitavos-final da Liga dos Campeões e segue tranquilamente e sem chatices na frente do campeonato. Mérito
do Benfica e demérito da concorrência, pois o Benfica conseguiu responder da melhor forma com as ausências de Gaitan (vendido), Sanches (vendido) e Jonas (lesionado). Fantástico, não?
Para o sucesso do Benfica, surgiram novos protagonistas como Ederson (guarda redes), Gonçalo Guedes, Pizzi e Grimaldo.
Carillo, Rafa e Danilo de quem se esperava muito ainda não mostraram o que valem.

- V. Guimarães
Muito mais forte que nas temporadas passadas com um treinador de qualidade. Reforçou-se bem esta época, com o amigo FC Porto a ajudar (Marega e Hernâni). Está forte no campeonato com mais dois jogadores a destacarem-se: Raphinha (equipa B) e Soares (ex- Nacional). Sem o cansaço dos jogos europeus, tem sido uma das agradáveis surpresas da primeira volta.
Nota para João Miguel que passou de revelação a suplente.

- D. Chaves
Estreante na Liga NOS, logo candidato à descida. Contrariou a tendência natural com um treinador jovem e ambicioso, Jorge Simão, que levou o Chaves à primeira metade da tabela. Para o sucesso da equipa, contou a massa adepta e jogadores emprestados. Veremos como corre a 2ª volta com as saídas do treinador e de Bataglia.

- Daniel Ramos
Chegou a meio da primeira volta à Liga para se estrear num Marítimo moribundo e recheado de jogadores abaixo da média. Conseguiu Dyego Sousa.
dar a volta à equipa, muito graças ao regresso do castigado

- Arouca
Safou-se bem na Europa ao ultrapassar uma das eliminatórias. Além disso segue no meio da tabela, embora intermitente. Carlos Pinho teve o mérito de segurar o treinador e fazer história.

NEM-NEM
- FC Porto
O positivo do FC Porto foi:
   (i) apurou-se para a fase de Grupos da Liga dos Campeões ultrapassando a AS Roma;
   (ii) apurou-se para os oitavos final da Liga dos Campeões num grupo que não era difícil;
   (iii) potenciou a utilização da formação com André Silva e Rui Pedro, mas deixando Sérgio Oliveira encostado;
   (iv) segurou a defesa, algo que era temido na pre época pela falta de opções e pelos falhanços de Marcano na temporada anterior. Felipe revelou-se um verdadeiro "reforço"
   (v) teve em André Silva o melhor marcador português do campeonato.
O negativo foi:
   (i) o FC Porto não lutou para o primeiro lugar. Uma equipa como o FC Porto tem de jogar para ser campeão;
   (ii) as sucessivas culpabilizações dos maus resultados à arbitragem, contribuindo para o mau ambiente no futebol português.

- Sp. Braga
Perdeu a Supertaça e fez má figura na fase de Grupos. José Peseiro regressou a lugar onde foi feliz e ganhou a Taça da Liga e confirmou o provérbio chinês. Acabou despedido ao fim de 6 meses. Porém, a equipa está a fazer um bom campeonato, seguindo nos quatro primeiros lugares. De meritório também destacar que ao fim de muito anos, começam.se a ver jogadores da equipa B na A: Artur Jorge e Xeca. Pedro Santos foi o melhor da equipa.

Os PIORES
- Sporting
O projeto vai no segundo ano, mas mais uma vez o Sporting já está fora da luta para ser campeão, acusando o desgaste dos jogos europeus. Porém, na Europa, as coisas não podiam ter corrido pior: 5 derrotas em 6 jogos e uma eliminação redonda. Se é verdade que o Sporting perdeu nos últimos dias jogadores influentes como João Mário e Slimani, ganhou Gelson Martins e mais uma série de reforços experientes. Está abaixo das expetativas.
Destaque negativo ainda para o presidente Bruno de Carvalho que está sempre a falar e a criticar os outros, contribuindo para a degradação do espetáculo. A verdade é que podem ser 4 anos a ganhar apenas 1 taça de Portugal.

- Tondela
Está no último lugar com 10 pontos em 45 possíveis. Desta vez houve tempo para planear a época e o plantel não é mau de todo. Petit faz o que pode, mas o azar parece bater à porta dos seus defesas.

- Nacional
Costuma começar as épocas, mas nunca tão mal. O desinvestimento não responde a tudo. A má escolha dos jogadores  também.O guarda redes Rui Silva também anda muito desinspirado, mas mesmo assim mantém-se a titular ...

- Estoril
Esperava mais, mas tantos estrangeiros no plantel acaba por dificultar o percurso no futebol português.

A revelação: André Silva
O treinador: Rui Vitória

domingo, 11 de dezembro de 2016

O leãozinho que não ganha nenhum jogo contra os "grandes"

Benfica
Vitória justa do Benfica. Foi mais eficaz. Jimenez, o senhor milhões, continua a fazer a diferença sempre que joga.  Ederson é um senhor guarda redes que valeu 3 pontos

Sporting
Desilusão!
O Sporting, que começou a gastar milhões em reforços esta época, não consegue vencer nenhuma equipa que tenha ficado acima de si na temporada passada: Real Madrid, Borussia, Legia e ... Benfica.
Caiu para 3º lugar.

FC Porto
O FC Porto retomou a veia goleadora contra um frágil Feirense. André Silva continua a somar na estatística e Brahimi parece motivado (vamos lá ver até quando dura...). O jogo foi ainda perfeito para Rui Pedro continuar a somar minutos.

Já o Sp. Braga, depois do desaire na Liga Europa, está a golear o P. Ferreira e um bis de Rui Fonte.


No fundo da tabela, o Nacional fez uma grande recuperação e saiu do último lugar (beneficiou de 2 golos na própria baliza).

Já o Estoril despediu o treinador. Parece-me precipitado... Com tantos brasileiros no plantel, virá um baiano?

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Balanço europeu negativo

A eliminação do Sp. Braga e Sporting das competições europeias são dificeis de engolir. Fica a sensação de que as equipas não deram tudo o que podiam.
Mais uma vez, Jorge Jesus cai na insignificância da Europa do futebol
Mais uma vez , José Peseiro é eliminado nos minutos finais.

Por sua vez, o FC Porto, embora intermitente, lá passou com a dupla André Silva e Diogo Jota a surpreenderem a Europa e com Brahimi a portar-se bem (ao contrário do que faz no campeonato nacional).
O Benfica também cumpriu e passa aos oitavos-final.

Capa do jornal ABOLA denunciada pela BBC

O mau gosto e parcialismo da ABOLA atingiu níveis internacionais.

"Tu vences por 5-0 na Liga dos Campeões mas não és sequer a manchete do dia seguinte.
Isso foi o que aconteceu ao Porto, que goleou o campeão inglês Leicester, mas o assunto teve de estar em segundo plano na primeira página do jornal desportivo português A Bola.
Em vez disso, o jornal fez manchete com a derrota por 1-0 do Sporting com o Legia de Varsóvia, um resultado que fez o Sporting terminar no fundo do seu grupo da Liga dos Campeões e falhar um lugar na Liga Europa."

domingo, 4 de dezembro de 2016

Liga Ledman: 17ª Jornada

Semana marcada pela reafirmação do Portimonense enquanto líder absoluto do campeonato, com Pedro Sá, mais uma vez a ser influente, mesmo não marcando. O Cova da Piedade, com accionistas chineses e um plantel acima da média, mantém um percurso fantástico. No fundo destaque para a recuperação hercúlea do Olhanense.





- Vítor Oliveira
Jogo fácil para o mestre.
Se Pires é o marcador de serviço, Pedro Sá merece também destaque. Tornou a estar nos golos. Apesar de muitos brasileiros no plantel o percurso do Portimonense é irrepreensível.

- Cova da Piedade
Com accionistas chineses e um plantel acima da média, o Cova da Piedade está a fazer um excelente percurso. Silas, o veterano que andou pela Iª Liga, venceu um modesto Gil Vicente.

- Bruno Baltazar
Recuperação hercúlea do Olhanense. Mesmo no fundo, tem arranjado motivação para ganhar. Já esteve mais perdido do que está agora.




- Famalicão - D. Aves
Derby quente no Minho. 3 expulsões ...

- Santa Clara
A continuação da queda esperada.

- Leixões
Derrota comprometedora.

- Ac. Viseu
Uma derrota esperada. 

Bruno Baltazar
(Olhanense)

Rui Pedro, a nova estrela do FC Porto

Depois de André Silva e Diogo Jota, ambos de 20 anos, agora é um júnior de 18 anos a salvar o ataque do FC Porto.
O seu nome é Rui Pedro e é a estrela dos próximos dias do FC Porto.

O FC Porto foi um justo vencedor do jogo de ontem perante um Sp. Braga que defendeu o tempo todo e confiou na competência do seu guarda redes, Marafona. André Silva desperdiçou um penalty (o guarda redes adversário defendeu) e houve dois golos anulados. Os portistas fizeram 24 remates contra 2 do Braga. Vitória incontestável, mas que não se materializou em muitos golos.

Julgo que ainda é cedo para pôr já Rui Pedro a titular. Este jovem ainda tem etapas para percorrer, pois está no primeiro ano de júnior.
Veja-se Rúben Neves: Lopetegui queimou-lhe etapas e hoje não é titular no FC Porto. Já André Silva, é bom que comece a marcar golos.

Deve ter doído, Marcano!

LOL

sábado, 3 de dezembro de 2016

Derrota do Benfica anima campeonato

E a 13 de Dezembro, o Benfica perdeu pela primeira vez para o campeonato. É obra!

No jogo de ontem, o Benfica perdeu oportunidades claras de golo e pagou caro por isso. Como a defesa cometeu algumas falhas, nas poucas vezes que o Marítimo de Daniel Ramos foi à baliza do adversário, marcou. Aliás, o Marítimo no primeiro golo teve sorte com a escorregadela de Luisão e conseguiu concretizar.
Até ao fim, contou com a aselhice dos seus avançados. Todas as equipas deviam ser aguerridas com os campeões (não é Tondela?).

Agora, o Sporting tem de cumprir a sua obrigação e vencer ara perturbar este
passeio do Benfica.